Blogia
terraepovo

Lembranza de Rodrigo Emílio no 4º cabodano

Lembranza de Rodrigo Emílio no 4º cabodano

Como lembranza do

 pasamento do noso benquerido e sempre admirado

 Rodrigo Emílio, un agasallo poético para os lectores de TERRA E POVO .  

TRANSANTÚLTIMAS VONTADES

Meninos, tomem sentido:
amanhã já não me acordem.
— É isso, pai, um pedido?...
— Não, amores: é uma ordem.

Vou morrer menino e moço,
sem pátria nem parentela,
com esta cruz ao pescoço
e a coroa real na lapela.

Pretendo um inteiro olvido.
Não quero que me recordem.
— É isso, pai, um pedido?...
— Não, amores: é uma ordem.

¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres
¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres

0 comentarios

¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres